CÂMARA MUNICIPAL DA SERRA

PODER LEGISLATIVO DO MUNICÍPIO DA SERRA/ES

ECONOMIA, NEGÓCIOS, EMPREGO E INFRA-ESTRUTURA

ECONOMIA, NEGÓCIOS, EMPREGO E INFRA-ESTRUTURA

O município da Serra, até os anos sessenta, enquanto a economia capixaba tinha como base produtiva a atividade cafeeira, caracterizava-se por ser interiorano e de base econômica rural, sem sofrer grandes impactos do desenvolvimento da Grande Vitória. Mesmo durante os anos sessenta, quando a economia estadual, sob o impacto da erradicação dos cafezais e do estímulo ao crescimento industrial oriundo dos incentivos fiscais, começou a desenvolver o seu setor industrial, a Serra não recebeu investimentos significativos.

Nesse período, a maior parte do crescimento industrial da Metrópole se orientou no sentido do eixo sul, ou seja, Cariacica e Viana.


Somente a partir da reorientação do sistema de exportação de minério de ferro da CVRD para a região Norte de Vitória, com a construção do Porto de Tubarão, inaugurado em 1966, é que se inicia o desenvolvimento da Serra. Confirma essa situação o dado de que, em 1970, o município tinha apenas 1.890 habitantes na área urbana, principalmente na sede e na região do litoral, sendo o planalto de Carapina ainda totalmente desabitado.

A construção do porto e, posteriormente, a partir de 1969, das usinas de pelotização da CVRD vieram dar densidade econômica e permitir a ocupação da parte Norte da Capital com evidentes reflexos sobre o município da Serra. É do início dos anos setenta a implantação do CIVIT, Centro Industrial de Vitória, que, contudo, só veio receber plantas industriais de forma mais efetiva nos anos oitenta, após a implantação da CST, que ocorreu em fins dos anos setenta e início dos anos oitenta.

Assim, a Serra atual não decorre do seu passado agrícola e rural. Ao contrário, é produto do desenvolvimento da Metrópole que, ao se expandir no sentido norte, possibilitou a formação urbana e econômica que hoje caracteriza o município.

A Serra atualmente é essencialmente urbana, pois 99°/o de sua população estão situadas no meio urbano, sendo sua base econômica também essencialmente urbana.

Há predominância absoluta das atividades industriais, de comércio e serviços. Segundo estimativa recente do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) para o ano de 1998, o Produto Interno Bruto (PIB) municipal foi da ordem de 2,78 bilhões de reais, equivalendo a 17,3°/o do PIB estadual.

Em tamanho absoluto, o PIB municipal é o segundo maior dentre os municípios capixabas, sendo superado apenas por Vitória (23,9%). No caso do setor industrial, as posições anteriores se invertem, tendo a Serra a primeira posição com 31% do PIB industrial capixaba, seguida por Vitória com 21,4%. A composição setorial do PIB evidencia que o setor industrial representa 67,9% da renda gerada no município e o setor terciário (comércio e serviços) 32%, sendo inexpressiva (0,1%) a participação do setor agropecuário ( Tabela Emprego por Atividade ).

Tabela Emprego por Atividade 


 

EMPREGO FORMAL NAS PRINCIPAIS ATIVIDADES ECONÔMICAS

Setor de atividade

% do emprego total em 1997

Agropecuária

0,5

Indústria 
. Indústria de transformação 
. Indústria da construção civil

40,3 
20,7 
17,4

Comércio

17,7

Serviços 
. Serviços em geral 
. Administração pública

41,5 
33,6
7,9

 

Fonte: RAIS

FONTE: Planejamento Estratégico da Cidade - AGENDA 21

Endereço:
Rua Major Pissarra, 245, Centro - Serra/ES - 29176-020

Telefone: (27) 3251-8300
E-mail: comunicacao@camaraserra.es.gov.br

Horário de funcionamento da Câmara:
8h às 18h

Dia e horário das Sessões Plenárias:
Segundas e Quartas de 16h às 19h

Copyright © Câmara Municipal da Serra. Todos os direitos reservados.