Janeiro Branco, a Vida pede Equilíbrio

O Janeiro Branco é um movimento social dedicado à construção de uma cultura da Saúde Mental na humanidade.

16 de janeiro de 2023 às 00h00.

                                                                                   

O que é o Janeiro Branco?

O Janeiro Branco é um movimento social dedicado à construção de uma cultura da Saúde Mental na humanidade. O seu objetivo é chamar a atenção dos indivíduos, das instituições, das sociedades e das autoridades para as necessidades relacionadas à Saúde Mental dos seres humanos. Uma humanidade mais saudável pressupõe respeito à condição psicológica de todos!

 Por que Janeiro Branco?

Janeiro, o primeiro mês do ano, inspira as pessoas a fazerem reflexões acerca das suas vidas, das suas relações, dos sentidos que possuem, dos passados que viveram e dos objetivos que desejam alcançar no ano que se inicia. Janeiro é uma espécie de portal entre ciclos que se fecham e ciclos que se abrem nas vidas de todos nós.

A cor branca foi escolhida por, simbolicamente, representar “folhas ou telas em branco” sobre as quais podemos projetar, escrever ou desenhar expectativas, desejos, histórias ou mudanças com as quais sonhamos e as quais desejamos concretizar.

 

Informações sobre Saúde Mental!

Campanhas geram conscientização, combatem tabus, mudam paradigmas, orientam os indivíduos e inspiram autoridades a respeito de importantes questões relacionadas às vidas de todo mundo!O Janeiro Branco é uma fonte inesgotável de ações e de reflexões sobre tudo isso desde o início da Campanha, em 2014!

 

A Vida pede Equilíbrio

Diante de mudanças cada vez mais desafiadoras e aceleradas que exigem novas atitudes, novas habilidades, novos entendimentos e novos comportamentos!

 Precisamos aprender que a  Saúde Mental tem jeito sim, mas todo mundo precisa aprender o que fazer!

A campanha Janeiro Branco, em 2023, tem como tema “A Vida pede Equilíbrio”. O mês promove a reflexão e a renovação de ações e pensamentos para o ano que se inicia. O objetivo é alertar para os cuidados com a saúde mental da população, a partir da prevenção das doenças decorrentes do estresse, incluindo os transtornos mentais mais comuns, como depressão, ansiedade e pânico.

A referência técnica Estadual em Saúde Mental, Franciely da Costa Guarnier, ressaltou que é importante dialogar sobre o tema para que todos tenham o conhecimento da dimensão e gravidade que pode ser a ausência de cuidados com a saúde mental.

“Falar sobre este assunto contribui para dar visibilidade ao contexto do cuidado em saúde mental, pois potencializa o acolhimento por parte dos gestores, dos profissionais de saúde, redes de apoio, familiares e da comunidade em que estamos inseridos”, disse Franciely Guarnier.

Não existe uma forma única de adoecimento mental nos cidadãos. Por isso, para manter a saúde mental em dia, algumas dicas são valiosas, como praticar atividade física, manter uma alimentação saudável, se hidratar, ter um sono de qualidade, cuidar bem dos relacionamentos, se valorizar, estar em companhia de pessoas otimistas e que te faça sentir bem.

Comportamento autodepreciativo, como insônia ou sono irregular; queda nos níveis de energia; alterações incomuns no apetite, como perda ou excesso; mudanças repentinas de humor, como irritabilidade e tristeza; perda de interesse por atividades antes consideradas interessantes; incapacidade de cumprir suas obrigações de rotina; raciocínio lento e perda de concentração, entre outros, podem ser considerados como um alerta para a saúde mental.

É muito importante que as pessoas que apresentam e percebam os sintomas não esperem por melhora sem a orientação de um profissional de saúde. Nesse caso, deve-se buscar atendimento na Unidade Básica de Saúde da região onde se reside, a fim de que seja realizado o acompanhamento pelas equipes de Saúde da Família, além dos encaminhamentos, quando necessário, para o atendimento especializado nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps).

Em caso de surto psiquiátrico, é preciso acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) para ser encaminhado ao atendimento de urgência e emergência mais próximo.

Dados

Em 2021, foram realizados 442.281 atendimentos psicossociais, psicológicos e atendimentos na especialidade de psiquiatria pelo Sistema Único de Saúde (SUS), somando municipal e Estadual. Em 2022, de janeiro até outubro, foram 308.190 atendimentos psicossociais, psicológicos e da especialidade de psiquiatria.



SAÚDE MENTAL: SERRA OFERECE SERVIÇOS NAS UNIDADES REGIONAIS E NOS CAPS

Na Serra, os moradores podem buscar atendimento com uma das equipes de Saúde Mental que atuam nas Unidades Regionais de Jacaraípe, Serra Dourada, Novo Horizonte, Boa Vista, Serra-Sede e Feu Rosa, de 7 às 17 horas.

Além disso, também são realizados atendimentos nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), onde o usuário recebe assistência próximo da família, com equipe multiprofissional e cuidado terapêutico, conforme o quadro de saúde de cada um.

As pessoas com problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas podem recorrer ao CAPS AD, em Laranjeiras. São oferecidos tratamento com equipe multidisciplinar, dispensação de medicação, quando necessário, oficinas e grupos terapêuticos de música e pintura. A finalidade é a reinserção social pelo acesso ao trabalho, lazer, exercício dos direitos civis e fortalecimento dos laços familiares e comunitários.

Já o CAPSi (Infantojuvenil), em Morada de Laranjeiras, atende crianças e adolescentes de 0 a 18 anos incompletos com comprometimento psíquico, como autismo, psicoses, neuroses graves, bem como necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas.

Há, ainda, o CAPS Transtorno, em Barcelona, que oferece serviço de atenção psicossocial destinado a acolher pessoas com transtornos mentais graves e persistentes.

Para acionar os serviços, o paciente pode procurar a unidade básica de saúde mais próxima de sua casa. Todas funcionam de segunda a sexta, das 7 às 17h. 

Fontes: https://janeirobranco.com.br/

https://saude.es.gov.br/Notícia/janeiro-branco-campanha-a-vida-pede-equilibrio-alerta-para-cuidados-com-a-saude-mental

http://www.serra.es.gov.br/noticias/saude-mental-serra-oferta-servicos-nas-unidades-regionais-e-nos-caps

Acompanhe a Câmara

Receba novidades por e-mail ou siga nossas redes sociais

  • Ícone do Youtube
  • Ícone do Facebook
  • Ícone do Twitter

Atendimento ao Público

Horário de funcionamento da Câmara: 7h às 19h

Telefone

(27) 3251-8300

Sessões Plenárias

Segundas e Quartas-feiras a partir das 16:00h.

E-mail

ouvidoria@camaraserra.es.gov.br

Endereço

Rua Major Pissara, 245, Centro - Serra/ES - 29176-020

Localização

Copyright © Câmara Municipal da Serra. Todos os direitos reservados.

Logo da

Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com as condições contidas nela.